8 Dicas para você manter seu intestino regulado

Ok! A gente sabe que é um assunto meio delicado. Mas vamos lá, meninas! Sabemos que a maioria das mulheres sofrem deste mal. Inclusive algumas de nós. E é sobre isso que vamos falar aqui hoje.

Antes de tudo vamos deixar claro: se você sente constantes dores abdominais e vai ao banheiro menos de três vezes por semana sabe muito bem o que é sentir a dor e o tormento de ter prisão de ventre. Sim, isso é sinônimo de prisão de ventre e intestino desregulado.

Desconforto, inchaço, estresse, são alguns dos males de ter essa deficiência. E isso sem contar que esse “problema” ainda afeta totalmente nosso ego e bem-estar: As gordurinhas (barriguinha, melhor dizendo) aumentam, aparecem mais celulites e as odiadas espinhas também, as unhas ficam fracas, os cabelos perdem o brilho e ficam danificados… pois é, isso são mais e mais motivos para ficarmos cada vez mais irritadas.

Sabemos também que depois de uma crise de prisão de ventre as chances de ter outras vezes esse mesmo problema é inevitável. Então nós do Feminina Plural resolvemos apresentar algumas dicas super importantes (e que tem que ser levadas a sério, mesmo!) para você poder contornar esse problema e viver melhor.

Dica 1 – Alimentação rica em fibras

Estimulam o funcionamento do intestino. O bom seria comer cerca de 30g de fibras por dia. Um ótimo exemplo é a linhaça. Se triturada, você pode colocar na comida, no suco, no leite, na vitamina, em tudo! Não tem gosto forte e por isso não irá modificar os sabores. A linhaça, além de ajudar a combater a prisão de ventre, diminui o risco de hemorroidas e inflamações no intestino.

Muito importante, também, é fazer refeições em horários regulares.

Dica 2 – Fruta

Como mamão, abacate…Outra fruta, a ameixa, contém alto teor de fibras, o que causa um certo efeito laxativo. Para um maior efeito basta colocar a ameixa preta de molho na água de um dia para o outro, ela irá inchar, então é só coar essa ameixa e tomar o caldo.

Evite suco de limão. Maçã prende o intestino, é verdade! Mas se você é apaixonada pela fruta e não consegue resistir, ela está liberada se você comer em pequena quantidade, porém só se ela estiver cozida.

Dica 3 – Iogurte

O iogurte é mais um complemento, como se fosse uma manutenção para que a flora intestinal funcione bem. Contém lactobacilos, o que ajuda a colocar em ordem o teu intestino. Para potencializar, pode coloca um colher da nossa amiga linhaça que citamos  acima!!

Dica 4 – Aveia

Além de ser rica em proteínas, vitaminas e sais minerais (o que irá ajudar em outras questões relacionadas à saúde, como o colesterol), também tem muuuita fibra!

Dica 5 – Beba água

Todas sabemos da importância da água, né? E para as meninas que tem prisão de ventre, é tão, mas tão importante! Ela ajuda a estimular de forma natural o funcionamento do intestino. Quando acordar, tenha por costume tomar um copo de água, de jejum. E durante o dia deixe sempre uma garrafinha perto de você, te estimula a lembrar deste líquido sagrado.

Dica 6 – Exercício físico

Isto ajuda a liberar os hormônios que estimulam o funcionamento do intestino, sem contar que alivia o estresse. E está comprovado que o estresse é um dos agravantes da prisão de ventre. Escolha um exercício que mais te agrada e se joga!

Dica 7 – Probióticos naturais, nos ajude!

Os probióticos naturais podem ajudar e muito nosso organismo. Eles são basicamente cápsulas feitas de compostos naturais que ajudam a regular o intestino, melhorar e digestão e ajuda na absorção das vitaminas e minerais – o que NÃO acontece conosco! Mas deve ser usado como complemento, em conjunto com todas as outras 7 dicas dadas aqui nesse post, heim?!

Dica 8 – Ficou com vontade de ir ao banheiro. Vá!

Não fique com vergonha de fazer o “número dois”. É muito importante que você não ignore o desejo de evacuar, fazer suas necessidades.

É super importante que você eduque seu intestino. E um dos melhores horários para ele “funcionar” é pela manhã. Neste horário o intestino costuma exercer todo o trabalho dele de empurrar os coliformes para a saída… difícil explicar sem ficar feio, mas vocês entendem né?!

Como dissemos anteriormente é super importante que você siga essas dicas. E, caso o problema não resolva, não hesite em procurar um médico especialista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *