Alimentos orgânicos podem ser piores para você?

Muitas pessoas compram comida orgânica querendo se sentir mais saudáveis, e potencialmente ter um impacto positivo ao meio ambiente. Mas as comidas orgânicas são melhores para você e o  meio ambiente em primeiro lugar? Para plantas, o termo orgânico basicamente significa algo que cresce sem o uso de fertilizantes e pesticidas sintéticos, mas isso é um pouco enganoso. Veja, muitos consumidores compram alimentos orgânicos para evitar pesticidas em primeiro lugar, mas a verdade é, fazendas orgânicas ainda podem usar pesticidas e fungicidas para prevenir insetos de destruir suas plantas, eles apenas não podem ser sintetizados.

Existem mais de 20 químicos aprovados para uso orgânico nos EUA derivados de fontes naturais como plantas, mas estudos indicam que alguns pesticidas naturais são, na verdade, um risco a saúde e meio ambiente maior do que os feitos pelo homem. Sem dizer que eles são todos ruins, mas simplesmente que, “natural” não quer dizer sempre melhor para você ou o meio ambiente. Alem disso, nem todas as comidas orgânicas são completamente orgânica. Se um rotulo simplesmente dizer “orgânico” ele apenas tem que conter 95% de ingredientes orgânicos.

O rotulo “feito com produtos orgânicos” em itens como pão pode apenas conter 70%, enquanto “contendo ingredientes orgânicos” pode conter apenas 50%. Apenas os rótulos escritos “100% orgânico” contem apenas produtos orgânico. E pelo que vale, o termo “ar livre” apenas requer evidencias de acesso ao ar livre por no minimo 5 minutos por dia. Huh! Interessantemente, a meta-análise conduzida em 2012 descobriu que colheitas orgânicas produzem 25% a menos do que a colheita convencional, embora as diferenças variem entre os tipos de plantio. Por exemplo, vegetais orgânicos produzem. tipicamente, 33% a menos do que o convencional colocando mais estresse no meio ambiente sendo que é necessário mais área de plantio.

Contudo, legumes orgânicos produzem apenas 5% a menos, pois eles são mais eficiente em absorver nitrogênio de fertilizantes orgânicos. É claro, muitas praticas de plantio orgânico como rotação de culturas e plantação mista ao oposto de usar monoculturas são melhores para o solo e o meio ambiente. Mas eles são melhores para você? Apos analise de 237 estudos, pesquisadores concluiram que frutas e vegetais orgânicos não são mais nutritivos do que comida cultivada convencionalmente. Embora, no longo termo estudos de dietas puramente orgânicas são difíceis, já que a maior parte das pessoas comem uma mistura de comidas com ingredientes não orgânicos. Aqueles em dietas orgânicas de curto tempo demonstram maiores níveis de carotenoides, polifenóis, Vitamina C e E, colesterol LDL, ação antioxidante, marcadores do sistema de imunidade, e qualidade do sêmen melhor.

Mas, as diferenças são clinicamente insignificantes. Crianças colocadas em dietas orgânicas por dez dias tiveram menores leveis de organofosforados na sua urina, que em grande concentração estão associadas a problemas neurológicos, mas ambos os leveis são ordens de magnitude mais baixa que a quantidade necessária para causar danos a saúde. E apenas por que algo é orgânico, não o faz melhor. Um saco de chips orgânicos, por exemplo, é ainda apenas carboidratos fritos com pouco valor nutricional. Mais surpreendente é que comida orgânica tem maior índice de ser perigosa.

Embora comida organica conta apenas com 1% da area cultivada, eles contam por 7% das comidas chamadas de volta em 2015. Por exemplo, este ano vários sabores da Clif Bars foram chamados de volta a fabrica das lojas por causa de sementes de girassóis orgânicos que estavam potencialmente contaminados com listeria – uma bactéria que mata centenas nos EUA a cada ano. Outro estudo descobriu E.Coli em 10% dos produtos orgânicos, comparados aos 2% nos convencionais. A verdade é, comer comidas orgânicos por ser melhor pra você, de algumas formas para o meio ambiente, mas não é tudo ruim.

Métodos de produção variam muito tanto para orgânicos como convencionais, de fazenda a fazenda, ou de fazenda local para fazenda industrial, e é possível que a combinação dos métodos nos lidere ao melhor resultado para sua saúde e o meio ambiente. Comidas orgânicas e convencionais podem coexistir e não precisam ser um ou a outra – qualquer um que lhe dizer com 100% de certeza que uma é melhor do que a outra esta ignorando a ciência.

Quando é a sua saúde, o melhor é uma combinação de dieta, exercício e uma variedade de escolhas na vida, e é claro, sua genética!.